As 3 Soft Skills mais desejadas pelas empresas

Feito com carinho por:

Cristiana Fernandes
15 de janeiro de 2019

Elas são sua moeda de troca com o mundo dos negócios, medem seu valor como profissional e são elas que fazem uma empresa ser considerada “boa de se trabalhar”. Sim, estamos falando das suas Soft Skills.

Não tente traduzir ao pé da letra. Soft skills não são habilidades leves, mas sim competências relacionadas à personalidade, aos traços e aos comportamentos que caracterizam nossos relacionamentos com outros. Pois é, diferentemente das hard skills, que são habilidades que podem ser adquiridas em livros e cursos e são de uma área de atuação em específico, as soft skills, por sua vez, são assimiladas por experiências vivenciadas ao longo do tempo e – o mais importante de tudo -, são imprescindíveis para qualquer área de atuação.

“As empresas contratam pelo currículo e demitem pelo comportamento”. Já tinha ouvido essa antes? É como se a contratação dependesse das suas hard skills e a sua permanência na empresa, das suas soft skills.

É chegado o momento da sua autoanálise. O mercado de trabalho já percebeu as vantagens estratégicas resultantes de colaboradores com algumas soft skills desenvolvidas, por isso vamos listar as 3 competências sociais e comportamentais (ou soft skills) mais desejadas pela maioria das empresas:

1- Boa comunicação:

Parece clichê, mas mesmo que você não trabalhe diretamente com clientes, uma comunicação eficaz entre a equipe é fundamental para a transmissão das mensagens sem ruídos. Ouvir atentamente e se comunicar de maneira clara é imprescindível. Uma comunicação efetiva garante que os colaboradores estejam alinhados não só ao discurso oficial da corporação, mas também aos objetivos que ela pretende atingir.

2- Trabalho em equipe:

Essa habilidade todos afirmam ter na hora da entrevista, mas o dia a dia da empresa pode revelar o contrário. Saber trabalhar em equipe não se resume em “suportar” o defeito dos outros e conviver com isso. Trabalhar em equipe significa tentar fazer o dia a dia de todos dentro da empresa mais agradável, ser alguém que cria um ambiente de colaboração, e não da política do “cada um faz o seu”. Se atente aos extremos: fazer tudo pelos outros não significa que você sabe trabalhar em equipe. 

3- Gestão do tempo

Essa deu uma estremecida, né? O tempo para o profissional moderno pode parecer o maior inimigo, pois há muito a ser feito, muita informação disponível e pouquíssimo tempo para isso tudo. Você sabe priorizar tarefas? Essa é a principal característica de um bom gestor de tempo, mas não confunda com trabalhar horas extras. Passar mais tempo do que a sua carga horária exige significa que você não soube priorizar seu tempo.

Essas e outras soft skills são cruciais para ter foco, motivação e colaborar de maneira produtiva dentro da organização. Se você não sabe se possui essas habilidades ou não, colha feedback. Peça para seus amigos, familiares e colegas de trabalho avaliarem se você tem essas competências, e, conforme for a resposta deles, utilize a seu favor ou corra atrás!

Estamos sempre preparados para te ajudar a ser o melhor profissional possível. Confira nossas redes sociais, lá postamos diariamente muito conteúdo exclusivo!

Esteja preparado.

Seja Know-How.